Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

andar por fora ...

Há pequenos instantes de vida que preenchem o momento. O instante foge. Eternizam-se ou passam despercebidos. É preciso recomeçar a viagem. Sempre.

13
Dez16

poesia de Natal

Aldeia de Natal em Famalicão

 

1.JPG

2.JPG

3.JPG

4.JPG

5.JPG

6.JPG

7.JPG

9.JPG

 

 

 

Enfeite a árvore de sua vida
com guirlandas de gratidão!
Coloque no coração laços de cetim rosa,
amarelo, azul, carmim,
Decore seu olhar com luzes brilhantes
estendendo as cores em seu semblante

 

Em sua lista de presentes
em cada caixinha embrulhe
um pedacinho de amor,
carinho,
ternura,
reconciliação,
perdão!

 

Tem presente de montão
no estoque do nosso coração
e não custa um tostão!
A hora é agora!
Enfeite seu interior!
Sejas diferente!
Sejas reluzente!

 

Cora Coralina

FOTO | Vila Nova de Famalicão | dezembro'16

26
Set16

viver com alegria a festa do desporto

0.JPG

 

A tradição manda que no primeiro domingo de outono aconteça a festa do atletismo na vila de Joane.
O evento, que já vai na sua XVII edição, tem vindo ano após ano a aumentar a adesão da população, quer seja a correr, a caminhar ou a pedalar.
O asfalto da movimentada estrada nacional 206 esvazia-se de automóveis e enche-se de vida com pessoas a andar, a correr ou de bicicleta.
Praticar desporto é essencial para um estilo de vida saudável, por isso, todos, dos mais novos aos mais velhos, marcam presença seja para competir ou apenas para se divertir.
Parabéns à Associação Teatro Construção por mais esta organização.

 

  

♥ FOTOS | Joane - Famalicão | agosto'16 ♥

24
Fev13

Contemplo o Lago Mudo

 

 

 

 

 

Contemplo o lago mudo
Que uma brisa estremece.
Não sei se penso em tudo
Ou se tudo me esquece.

O lago nada me diz,
Não sinto a brisa mexê-lo
Não sei se sou feliz
Nem se desejo sê-lo.

Trêmulos vincos risonhos
Na água adormecida.
Por que fiz eu dos sonhos
A minha única vida?

Fernando Pessoa, in "Cancioneiro"

 

FOTO:
Parque da Devesa
Vila Nova de Famalicão
Fevereiro'13

21
Fev13

Dias prósperos

 

 

 

"Os dias prósperos não vêm por acaso. Nascem de muita fadiga e muitos intervalos de desalento."

 

                                                                                                                                                Camilo Castelo Branco

 

FOTO:
Parque da Devesa
Vila Nova de Famalicão
Fevereiro'13

13
Fev13

A Hora da Partida

 

 

 

 

 

A Hora da Partida
 
A hora da partida soa quando
Escurecem o jardim e o vento passa,
Estala o chão e as portas batem, quando
A noite cada nó em si deslaça.
A hora da partida soa quando
As árvores parecem inspiradas
Como se tudo nelas germinasse.

 

Soa quando no fundo dos espelhos
Me é estranha e longínqua a minha face
E de mim se desprende a minha vida.

 

Sophia de Mello Breyner Andresen
 

 

 

 

FOTO:
Parque da Devesa
Vila Nova de Famalicão
Fevereiro'13

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.