Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

andar por fora ...

Há pequenos instantes de vida que preenchem o momento. O instante foge. Eternizam-se ou passam despercebidos. É preciso recomeçar a viagem. Sempre.

22
Mar11

Onde os doentes saem sãos

Lenda de Santa Eufêmea (Padroeira das Termas do Gerês)

 

A corajosa Virgem Bracarense retirara-se para a Serra do Gerês, onde sozinha, refugiada do mundo e concentrada na oração, lá passou o resto da sua juventude. Ali mesmo, ao alto da serra, foi o ódio religioso procurar a Santa, que se recusou, sem embargo da tortura, a sacrificar os falsos deuses. Então os Pagãos, desesperados e ardendo no furor do fanatismo, precipitaram-na do alto. No fundo, a pouca distância do rio, erguia-se um maciço granítico. Ia o corpo da Santa a esmigalhar-se de encontro a ele quando os rochedos se abriram para lhe dar passagem. E da fenda por onde o vulto de Santa Eufêmea derivou, brotou uma linfa puríssima e tépida... E esse jorro de pranto, nunca mais estancado, a água milagrosa que tem curado tantos enfermos...

 

Salvou-se a mártir, que um Dia, quis morrer encostada ás compassivas rochas. Ali, muito tempo depois, uns piedosos viajantes, encontraram o seu corpo mumificado.

 

Nunca mais, desde então, as aguas do Gerês deixaram de operar curas que por vezes atingem o maravilhoso. Muitos médicos e Químicos distintos as estudaram com o fim de descobrirem o poderoso agente curativo nelas contido. O Flúor? O Silício? As quantidades secretas de aniões e catiões na profundidade do solo? - Mistério... de positivo há apenas que elas rejuvenescem os fígados enfermos, dissolvem os cálculos biliares...representando verdadeiros milagres.

 

Operados por um dado elemento químico, ou por intercessão da Santa Mártir?

 

Daí advém a inscrição que actualmente existe na Buvette, incrustada no maciço granítico:

 "Aegri Surgunt Sani"

(Os doentes Saem Sãos)
 

 

(Texto retirado do site Águas do Gerês - Hotel, Termas & Spa)

 

 

 

22
Mar11

O Homem e a Natureza em harmonia

Gerês, a vila, a natureza e as termas.

 

A vila do Gerês está situada num vale frondoso, entre lagos e montanhas que constituem um ambiente paisagístico deslumbrante, a pouco mais de 40 quilómetros de Braga, no Alto Noroeste de Portugal.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As Termas do Gerês cuja a água é a base da Cura Termal, estão especialmente recomendadas para tratamentos do fígado, vesícula, obesidade, diabetes e hipertensão arterial. Para além destas indicações terapêuticas específicas, a frequência da estância termal do Gerês traz sempre benefícios gerais pelo gozo de um período de repouso-activo. A alimentação saudável, a actividade física, a balneoterapia relaxante e mesmo a alteração climática melhoram as seguintes situações: Stress e fadiga; Anorexias; Tendência para a Depressão; Reumatismos crónicos; Má Circulação etc...

 

Para apreciares a bela paisagem existem vários caminhos pedestres que te levam ao encontro de bonitas cascatas e encostas com vistas magnificas.

Podes visitar vários pontos de interesse perto da vila como a Barragem de Vilarinho das Furnas, São Bento da Porta Aberta, a Pedra Bela, a Cascata do Arado, a Portela do Homem, a Cascata do Rio homem, a Barragem do Lindoso, a Barragem das Pontes de Rio Caldo e Lobios (Espanha) com as famosas águas quentes.

Aproveita para fazer umas compras no comércio tradicional e leva contigo o que de melhor caracteriza esta linda vila, o mel, os chás, os artigos em linho, os bordados, com destaque o lenço dos namorados e várias peças de artesanato em madeira ou lã.  

A natureza, o ar puro da serra e as termas, tornam este destino o palco ideal para retemperar forças, recarregar baterias e restabelecer o seu equilíbrio.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.