Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

andar por fora ...

Há pequenos instantes de vida que preenchem o momento. O instante foge. Eternizam-se ou passam despercebidos. É preciso recomeçar a viagem. Sempre.

02
Ago17

o poema do retorno

praia d'el rey_abril17_10

 

Não se deve dormir

no meio do deserto

esquecendo o deserto

por causa do deserto.

Quem pensa em libertar

a fonte do rochedo

não trairá o que

não ousa dizer ainda:

a água viva desejada

com o ardor da areia,

e o deserto em que o homem

avança ao seu encontro;

a sede e o movimento

da sede para a água,

o duro caminhar

do fogo no deserto.

 

Claude Vigée

 

foto | Praia d'el Rey | abril17
texto | in " Voz Consoante - Traduções de Poesia" de António Ramos Rosa - Quasi Edições | 2006

 

 

14
Jun17

a olhar, a olhar, no além

praia d'el rey_abril17_13

 

...

Ó desmaiados 

Sonhos dispersos, vibrações anímicas;

Ondulações de névoa e de penumbra;

Rumores de luar, confusas vozes,

Remota claridade que se alumbra...

Ermas visões, fantasmas solitários;

Espectros de arvoredos e de estrelas,

De horizontes, de mares, de Calvários,

De pedras mortas e criaturas mortas!

Ó fumos espectrais que a Natureza,

Como um incêndio, exala no Infinito,

Trespassais o meu corpo de tristeza,

De alto mistério e perturbante enigma!

E sinto-me a afogar num mar de névoa...

E fico assim, a olhar, a olhar, no Além...

Através deste sol amanhecido,

A Penumbra ancestral, a Noite mãe!

...

 

foto | Praia d'el rey | abril17
texto | in " A Poesia de Teixeira de Pascoaes" de Jorge de Sena - Brasília Editora | 1982

 

 

 

26
Mai17

esperança

 

praia d'el rey_abril17_16

 

Esperança:
isto de sonhar bom para diante
eu fi-lo perfeitamente,
Para diante de tudo foi bom
bom de verdade
bem feito de sonho
podia segui-lo como realidade

 

Esperança:
isto de sonhar bom para diante
eu sei-o de cor.
Até reparo que tenho só esperança
nada mais do que esperança
pura esperança
esperança verdadeira
que engana
e promete
e só promete.
Esperança:
pobre mãe louca
que quer pôr o filho morto de pé?

 

Esperança
único que eu tenho
não me deixes sem nada
promete
engana
engano que seja
engana
não me deixes sozinho
esperança.

 

Almada Negreiros

 

foto | Praia d'el Rey | abril'17

22
Mai17

frágil

 

DSC03951

 

Mar azul opala
Calmo sem ondas
Dourado pelo sol
Que se põe alhures...
Encontro da terra, da água e do céu,
Infinito de nós.

 

Na areia turbilhões de
Asas brancas confundem-se
Com a espuma do mar.

 

No ruflar das asas brancas
- em louco bálé -,
Morrer... plantas esmagadas
Pelo vai e vem das ondas...

 

Solitária na imensidão,
Como um borrão na paisagem
Caminhava, só...
Imensamente só!
Frágil como um cristal!

 

Delasnieve Daspet

 

foto | Praia d'el Rey | abril'17

17
Mai17

a cor do silêncio

DSC03896

 

Sempre que olhar para alguma coisa azul, para o azul do céu, para o azul do rio, sente-se silenciosamente e olhe dentro desse azul; você sentirá uma profunda sintonia com ele.

 

Um grande silêncio descerá sobre você sempre que meditar sobre a cor azul.

 

O azul é uma das cores mais espirituais porque é a cor do silêncio, da quietude. É a cor da tranquilidade, do repouso, do relaxamento.

 

Assim, sempre que você estiver realmente relaxado, de repente sentirá interiormente uma luminosidade azulada. E se puder sentir uma luminosidade azulada, sentir-se-á inteiramente relaxado. Isso funciona dos dois jeitos.

 


Osho

 

foto | Praia d'el Rey | Abril'17

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.