Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

andar por fora

Há pequenos instantes na vida que preenchem o momento. É preciso recomeçar a viagem. Sempre!

Há pequenos instantes na vida que preenchem o momento. É preciso recomeçar a viagem. Sempre!

andar por fora

27
Jul17

a velha casa

sonia'g

 

piódão_março17_07

 

Havia sempre no passado
o momento de grande gargalhada.
Corríamos pela casa
como duas crianças
e sacudíamos os lençóis
com nossos corpos.
Tínhamos em comum
a admiração da lua
e um certo jeito de olhar o mundo.
E mesmo hoje no passado
em que já nos encontramos distantes
ainda corremos pela casa
desabitada.
E só.

 

Heitor Ferraz

 

 

foto | Piódão | março17

18
Jul17

meto-me para dentro, e fecho a janela

sonia'g

piódão_março17_09

 

 

Meto-me para dentro, e fecho a janela.
Trazem o candeeiro e dão as boas-noites.
E a minha voz contente dá as boas-noites.
Oxalá a minha vida seja sempre isto:
O dia cheio de sol, ou suave de chuva,
Ou tempestuoso como se acabasse o Mundo,


A tarde suave e os ranchos que passam
Fitados com interesse da janela,
O último olhar amigo dado ao sossego das árvores,
E depois, fechada a janela, o candeeiro aceso,
Sem ler nada, sem pensar em nada, nem dormir,
Sentir a vida correr por mim como um rio por seu leito,
E lá fora um grande silêncio como um deus que dorme.

 

Alberto Caeiro

foto | Piódão | março17
texto | in "Pessoa e Pessoas de Pessoa" - EXINOV Editora | 2010

19
Mai17

a estrada que não foi seguida

sonia'g

 

DSC03078

Duas estradas separavam-se num bosque amarelo,
Que pena não poder seguir por ambas
Numa só viagem: muito tempo fiquei
Mirando uma até onde enxergava,
Quando se perdia entre os arbustos;

 

Depois tomei a outra, igualmente bela
E que teria talvez maior apelo,
Pois era relvada e fora de uso;
Embora na verdade, o trânsito
As tivesse gasto quase o mesmo,

 

E nessa manhã nas duas houvesse
Folhas que os passos não enegreceram.
Oh, reservei a primeira para outro dia!
Mas sabia como caminhos sucedem a caminhos
E duvidava se alguma vez lá voltaria.

 

É com um suspiro que agora conto isto,
Tanto, tanto tempo já passado:
Duas estradas separavam-se num bosque e eu -
Eu segui pela menos viajada
E isso fez a diferença toda.

 

Robert Frost

 

foto | Piódão | março'17

28
Mar17

lugar idílico

sonia'g

 

DSC02884.JPG

 

Em plena serra do Açor, bem próximo de Piódão, situa-se um pequeno óasis natural denominado de Foz D'Égua.

 

DSC02898.JPG

De uma beleza natural ímpar é o ponto de encontro das ribeiras de Chás e do Piódão que correm em direcção ao rio Alvoco, formando uma bonita praia fluvial de águas cristalinas.

 

DSC02900.JPG

Além das pequenas casas de xisto, muito bem recuperadas, existem duas pontes de pedra e uma suspensa à "Indiana Jones", um altar e um presépio que tornam este lugar idílico.

 

 

 

fotos | Piódão | março'17

27
Mar17

palavras fundamentais

sonia'g

DSC03018.JPG

 

  

Faz com que a tua vida seja
sino que repique
ou sulco onde floresça e frutifique
a árvore luminosa da ideia.
Alça a tua voz sobre a voz sem nome
de todos os demais e faz com que ao lado
do poeta se veja o homem.

 

Enche o teu espírito de lume;
procura as eminências do cume
e se, o esteio nodoso do teu báculo
encontrar algum obstáculo ao teu intento,
sacode a asa do atrevimento
perante o atrevimento do obstáculo.

 

Nicolás Guillén

 

foto | Piódão | março'17

24
Mar17

o azul

sonia'g

 

1.JPG

 

O azul que pinta as portas e janelas é outro dos mistérios ainda por resolver. Ninguém sabe ao certo a razão. São várias as explicações, mas a mais conhecida prende-se com o isolamento da aldeia e com a chegada de uma lata de tinta azul. Não havendo escolha, o azul impôs-se e é actualmente parte integrante do conjunto arquitectónico da aldeia do Piódão.

Quinta da Abelenda

 foto | Piódão | março'17

 

23
Mar17

de Foz d'Égua até Piodão

sonia'g

 

0.JPG

  Partindo de Foz d'Égua...

 

...a subida até ao Piodão é feita por um estreito caminho de terra e muitas pedras...

 

 ...serpenteando a encosta, com uma bonita panorâmica sobre a ribeira do Piodão.

 

 Ao longo do trilho podemos observar a natureza quase que em estado puro, com diversas espécies de fauna e flora típicas do local...

 

 ...bem como algumas casas abandonadas que relembram a atividade pastorícia.

 

DSC02988.JPG

 Enquanto percorremos o trilho, Piódão teima em permanecer escondido só mesmo no final podemos deslumbrar a sua bonita arquitectura envolvida numa moldura de um imenso verde.

 

33.JPG

 

 fotos | Piódão | março'17

 

20
Mar17

pedra sobre pedra

sonia'g

 

1.JPG

Perdida nas montanhas numa encosta da bonita Serra do Açor, no concelho de Arganil, situa-se uma das mais bonitas Aldeias Históricas de Portugal: a aldeia de Piódão.

 

 

2.JPG

Os difíceis acessos é um forte exemplo de como ao longos dos séculos o homem se adaptou aos mais inóspitos e sublimes locais.

 

 

 Piódão é uma aldeia serrana e rural que ao longo de décadas viveu isolada, preservando assim os seus traços culturais que remontam à Idade Média.

 

 

1.JPG

A aldeia aparece destacada no meio de um imenso manto verde...

 

 

 

 ...com o predominante azul das portas e das janelas de madeira...

 

 

 ...o xisto das casas e dos telhados...

 

 

DSC03033.JPG

 ...e também do pavimento das suas sinuosas e estreitas ruas.

 

 

A bela Igreja Matriz pintada de branco com listas azuis contrasta com as cores escuras do restante cenário.

 

 

0.JPG

 As cruzes ombreiras das portas invocam protecção a Santa Bárbara contra as intempéries.

 

0.JPG

As casas estão ordenadas em forma de anfiteatro natural, em socalcos, como se de um presépio se tratasse. 

 

 

 A partir da aldeia existem diversos percursos pedestres para explorar, devidamente assinalados.

 

 

Um local de uma beleza única em Portugal, que merece ser conhecido.

 

 

fotos | Piódão | março'17

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D