Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

andar por fora ...

Há pequenos instantes de vida que preenchem o momento. O instante foge. Eternizam-se ou passam despercebidos. É preciso recomeçar a viagem. Sempre.

27
Out16

filho de um pescador e pescador também ele

São Gonçalo de Lagos, padroeiro da cidade de Lagos.

 

0.JPG

 

São Gonçalo de Lagos é um beato português, venerado sobretudo pelos pescadores do Algarve, e, busca de protecção enquanto estão no mar. São Gonçalo viveu como Frade da Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho, tendo-se dedicado no seu tempo à pregação enquanto superior de alguns mosteiros da sua ordem. Em 1798, foi feito beato. (Wikipédia)

Faleceu no dia 15 de outubro de 1422. Lagos comemora no dia 27 de outubro o seu feriado municipal celebrado em honra do seu padroeiro, São Gonçalo de Lagos.

 

 

 

1.JPG

 

  ♥ FOTOS | Lagos | agosto'16 ♥

10
Out16

barcos de papel

IMG_6930.JPG

   

Quando a chuva cessava e um vento fino
franzia a tarde tímida e lavada,
eu saía a brincar pela calçada,
nos meus tempos felizes de menino.

 

Fazia de papel, toda uma armada;
e, estendendo meu braço pequenino,
eu soltava os barquinhos, sem destino,
ao longo das sarjetas, na enxurrada...

 

Fiquei moço. E hoje sei, pensando neles,
que não são barcos de ouro os meus ideais:
são feitos de papel, são como aqueles,

 

perfeitamente, exatamente iguais...
— Que os meus barquinhos, lá se foram eles!
Foram-se embora e não voltaram mais!

 

Guilherme de Almeida, In Acaso (1938)

 

 ♥ FOTO | Lagos | agosto'16 ♥

07
Out16

a El Rei Dom Sebastião

IMG_6906.JPG

Estátua de El Rei Dom Sebastião de João Cutileiro, Lagos.

 

Localizada na Praça Gil Eanes, esta escultura é da autoria de João Cutileiro. Inaugurada em 1973, perpetua a memória de D. Sebastião que elevou Lagos a cidade em 1573 e daqui partiu, em 1578, à conquista de Alcácer Quibir, na fatal expedição militar a Marrocos. Em torno do desaparecimento do rei formou-se o "Mito do Sebastianismo" que perdurou na memória do povo, na literatura e na filosofia portuguesa até aos dias de hoje. O povo recusando-se a encarar o trágico e fatal destino do rei, acreditava que este haveria de voltar num dia de nevoeiro.

(C.M. Lagos)

  ♥ FOTO |Lagos | agosto'16 ♥

07
Out16

escravos no império português

Antigo Mercado de Escravos, Lagos.

 

IMG_6871.JPG

 

Desde 1444 chegaram a Lagos carregamentos regulares de escravos. Aqui se instalou aquele que se presume ter sido o primeiro Mercado de Escravos da Europa.

 

IMG_6873.JPG

 

... e no outro dia muito cedo

mandou Lançarote, aos mestres das caravelas

(...) que os levassem aquele campo,

onde fizessem suas repartições.

 

IMG_6874.JPG

Chegaram as caravelas a Lagos, donde antes partiram, havendo nobre tempo de viagem, que lhe não foi a fortuna menos graciosa na bonança do tempo que lhe antes fora no filhamento da presa; onde as novas chegaram ao Infante, que antes poucas horas se acertara chegar ali, doutras partes donde havia dias que andava.

Crónica do Descobrimento e Conquista da Guiné

 

 ♥ FOTOS |  Lagos | agosto'16 ♥

05
Out16

ruínas romanas

Imóvel de interesse Público (séculos III-V) na Praia da Luz, Lagos.

 

0.JPG

 

Ruínas de um vicus da época romana, que no século XIX Estácio da Veiga localizou e escavou parcialmente. Toda a área foi posteriormente a essas escavações convertida em horta e posteriormente urbanizada. 

Documentaram-se conjuntos de tanques (cetáreas) para fabrico de preparados de peixe, um aqueduto e um edifício termal, várias vezes renovado durante a Antiguidade, grande parte do qual corresponde à área recuperada e visitável das ruínas.

 

  

♥ FOTOS | Praia da Luz - Lagos | agosto'16 ♥

04
Out16

caravela doirada a bailar

IMG_6929.JPG

 

Réplica da caravela Boa Esperança na marina de Lagos.

 

   

Caravelas


Cheguei a meio da vida já cansada
De tanto caminhar! Já me perdi!
Dum estranho país que nunca vi
Sou neste mundo imenso a exilada.

 

Tanto tenho aprendido e não sei nada.
E as torres de marfim que construí
Em trágica loucura as destruí
Por minhas próprias mãos de malfadada!

 

Se eu sempre fui assim este Mar-Morto,
Mar sem marés, sem vagas e sem porto
Onde velas de sonhos se rasgaram.

 

Caravelas doiradas a bailar...
Ai, quem me dera as que eu deitei ao Mar!
As que eu lancei à vida, e não voltaram!...

 

 

Florbela Espanca, in "Livro de Sóror Saudade"

 

♥ FOTOS | Lagos | agosto'16 ♥

 

02
Out16

património religioso

Igreja de Santa Maria, Lagos.

 

0.JPG

 

Em 1498 foi construída a Igreja da Misericórdia, à qual foi adossado posteriormente o hospital da mesma casa. Sofreu restauros e ampliações nos sécs. XVI e XVII, acabando por ser instituída igreja paroquial, dedicada a Santa Maria, aquando da destruição pelo terramoto de 1755 do antigo templo da paróquia. Edifício de arquitectura neoclássica composto por nave única com três capelas colaterais e sacristia adossada à fachada lateral esquerda. Com a frente voltada à Praça do Infante, apresenta uma composição simétrica, tendo como elementos centrais sobrepostos, a porta da entrada, a janela da sacada e um nicho para imagem. A simetria é reforçada pelas duas torres laterais, com campanários. O interior encontra-se enriquecido com retabulística da segunda metade do século 18.da destruição, pelo terramoto de 1755, do antigo templo da paróquia.

(inf. C.M. Lagos)

 

1.JPG

2.JPG

3.JPG

 

  ♥ FOTOS | Lagos | agosto'16 ♥

01
Out16

armazém de produtos chegados de além-mar

Armazém Regimental, Lagos.

IMG_6864.JPG

 


Datada de 1665, este imóvel destinado ao armazenamento dos produtos trazidos pelas naus que aportavam a Lagos, situa-se na Praça do Infante, e ostenta na sua fachada principal, sobre cada uma das portas, um escudo de Armas do Reino do Algarve e, entre eles, a chancela do Conde de Avintes. Duas grandes portadas de madeira, encimadas por um frontão barroco, encerram o derradeiro exemplar de um conjunto de Sete Passos (oratórios) da Via Sacra que se encontravam espalhados pela cidade. Supõe-se que neste local terá existido a Igreja de S. Brás.

(inf. C.M. Lagos)

 

IMG_6879.JPG

 

♥ FOTOS | Lagos | agosto'16 ♥

 

30
Set16

cheiro de maresia no ar

IMG_6811.JPG

 

 

Vento sul
No mar
as ondas batiam nas pedras
gaivotas circulavam o barco
pescadores puxavam as redes

A areia fina e clara
pequenas conchas perdidas
uma brisa leve
o cheiro de maresia no ar

Vento sul
natureza em plena harmonia
entardecer uma eterna magia
pôr do sol de se encantar.

Marcelo Labonia

 

♥ FOTO | Lagos | agosto'16 ♥

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.