Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

andar por fora

Há pequenos instantes na vida que preenchem o momento. É preciso recomeçar a viagem. Sempre!

Évora

sonia goncalves | 12.04.19
  Évora! Ruas ermas sob os céus Cor de violetas roxas ... Ruas frades Pedindo em triste penitência a Deus Que nos perdoe as míseras vaidades! Tenho corrido em vão tantas cidades! E só (...)

a minha dor

sonia goncalves | 05.01.18
  A minha Dor é um convento ideal Cheio de claustros, sombras, arcarias, Aonde a pedra em convulsões sombrias Tem linhas dum requinte escultural.   Os sinos têm dobres de agonias Ao (...)

espera...

sonia goncalves | 04.11.17
  Não me digas adeus, ó sombra amiga, Abranda mais o ritmo dos teus passos; Sente o perfume da paixão antiga, Dos nossos bons e cândidos abraços!   Sou a dona dos místicos cansaços, A (...)

tarde no mar

sonia goncalves | 16.08.17
  A tarde é de oiro rútilo: esbraseia O horizonte: um cacto purpurino. E a vaga esbelta que palpita e ondeia, Com uma frágil graça de menino,   Poisa o manto de arminho na areia E (...)

para quê?

sonia goncalves | 03.08.17
    Para quê ser o musgo do rochedo Ou urze atormentada da montanha? Se arranca a ansiedade e o medo E este enleio e esta angústia estranha E todo este feitiço e este enredo Do nosso (...)

torre de névoa

sonia goncalves | 28.07.17
Subi ao alto, à minha torre esguia, Feita de fumo, névoas e luar, E pus-me, comovida, a conversar Com os poetas mortos, todo o dia. Contei-lhes os meus sonhos, a alegria Dos versos que são (...)

ruínas

sonia goncalves | 23.07.17
  Se é sempre Outono o rir das Primaveras, Castelos, um a um, deixa-os cair... Que a vida é um constante derruir De palácios do Reino das Quimeras!   E deixa sobre as ruínas crescer heras, D (...)

desejos vãos

sonia goncalves | 20.07.17
    Eu queria ser o mar de altivo porte Que ri e canta, a vestidão imensa! Eu queria ser a Pedra que não pensa, A pedra do caminho, rude e forte!   Eu queria ser o Sol, a luz intensa, O (...)