Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

andar por fora

Há pequenos instantes na vida que preenchem o momento. É preciso recomeçar a viagem. Sempre!

01 de Agosto, 2016

ilusão d'ouro

sonia goncalves

 

 

 

A paisagem do Douro é lindíssima, não é apenas um cenário mas uma herança que reflete a nossa identidade.
Mas a região não é apenas o Douro Vinhateiro e infelizmente quando se começa a sair da região Património Mundial o cenário já não é o mesmo. Com o passar dos anos, silenciosamente, a deserção vai-se instalando. São muitos os que emigram na busca de uma vida melhor. Os que ficam envelhecem e as forças são cada vez menores para trabalhar nas íngremes encostas. Aos poucos o abandono apodera-se da paisagem. Onde antes reinavam olivais, amendoais, hortas verdejantes, gado a pastar, campos repletos de cereais começa a predominar o baldio. As aldeias ficam desertas e anseiam pelos meses de Verão para se encherem de emigrantes que regressam às suas origens. Nesta época as aldeias renascem, enchem-se de vida. Fazem-se festas, arraiais e bailaricos. Mas terminado o mês de agosto as aldeias ficam novamente isoladas no tempo e no espaço. 

 

 ♥ fotos | Alagoa ♥