Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

andar por fora

Há pequenos instantes na vida que preenchem o momento. É preciso recomeçar a viagem. Sempre!

andar por fora

Há pequenos instantes na vida que preenchem o momento. É preciso recomeçar a viagem. Sempre!
06 de Julho, 2011

Um lugar de sonho...

sonia goncalves

..."Report" Samaná - Gran Bahia Principe El Portillo, 2009

 

 

  

 

Em Agosto de 2009 passei uma semana no Gran Bahia Príncipe El Portillo, em Samaná, Republica Dominicana.

 

 

 

A viagem foi muito cansativa porque tive que juntar três viagens: a viagem de autocarro do Porto para Lisboa, a longa viagem de avião de aproximadamente 8 horas, voo da White que decorreu sem problemas, mais o transfer do aeroporto ao hotel, quase 2 horas em estradas cheias de buracos, lombas, obras, curvas e contracurvas onde se percebe logo que a condução dos dominicanos não é das melhores. O check-in do hotel foi feito no autocarro, onde nos entregaram as chaves do quarto e a documentação.

 

 

 

 

Quando finalmente chegamos, aguardava-nos um cocktail de boas vindas e bailarinos que dançavam a alegre canção de Bienvenidos do Gran Bahia Príncipe. 

 

 

 

 

O melhor de tudo no El Portillo é a praia, divinal!!!

 

 

 

  

 

A praia está protegida por corais com muitos peixinhos coloridos.

 

 

 

 

Acho que choveu todos os dias, mas passava rápido e com o calor que estava até refrescava.

 

 


   

 

As piscinas eram pequenas, mas com um mar maravilhoso quem precisava de piscina.

 

 

 

  

 

 

Os Jardins estavam bem cuidados e tinham muita variedade de plantas.

 

 

 

 

 

Durante toda a semana só consegui apanhar um verdadeiro Pôr do Sol na praia e foi lindo.

 

 

 

 

Os nossos quartos ficavam na Villa 22 e apesar de serem standard eram espaçosos e óptimos para passar uma semana.

 

 

 

 

 

 

O serviço no restaurante principal buffet era muito bom quer a nível de comida ou serviço, a comida foi sempre variada e de boa qualidade. 

Em relação aos restaurantes a la carte não são maus mas também não são excelentes.

O bar da praia era fabuloso, estava mesmo em cima da praia com uma vista lindíssima para o mar.

Os Funcionários eram simpáticos e bastante prestáveis quer nos restaurantes, bares e na arrumação do quarto.

 

 

 

 

Local ideal para todos os apaixonados pela natureza que procuram sossego e tranquilidade, mas ao fim de semana o hotel fica lotado com dominicanos e acaba-se a calma.

 

 

 

 

Só fizemos a excursão à Playa Rincón. Rodeada de altos coqueiros, de águas cristalinas, com uma areia fina, a Praia Rincón constitui a típica imagem do Caribe.

 

 

 

Partimos de autocarro até à aldeia piscatória de Las Galeras. Uma aldeia simpática com uma bela praia.

 

 

 

 

 

 

A paragem em Las Galeras deu para conhecer um pouco da aldeia.

 

 

 

 

A viagem de Las Galeras para a Praia Rincón foi de jeep safari porque devido à forte ondulação não dava para ir de lancha, tinha a opção cavalo, mas o calor era muito para arriscar. Mesmo assim o acesso não foi fácil, fiquei com uma valente dor de costas, mas valeu a pena a viagem.

 

 

 

 

Fizemos uma breve paragem na Banca Castillo onde provamos um doce e suculento abacaxi.

 

 

 

 

Paramos na Praia para descansar, apreciar a bela paisagem e almoçar.

 

 

 

 

A praia Ricón encontra-se escondida pelas falésias escarpadas em cada ponta da praia.

 

 

 

 

Está rodeada de coqueiros maravilhosamente ondulados. O difícil acesso fará com que permaneça deserta por muito tempo.

 

 

 

 

  

 

 

O almoço servido no Rincón Rubi Grill com comida típica e lagosta grelhada.

 

 

 

 

Um breve descanso depois de almoço.

 

 

 

 

Antes de voltarmos para Las Galeras ainda fomos ao outro extremo da praia, onde visitamos um lago natural.

 

 

 

 

 

E no regresso paramos numa loja de artesanato, com destaque para o cacau e os charutos típicos.

 

 

  

 

 

O povo dominicano reflecte uma grande mistura de influências, espanholas, africanas e indígenas, que resultam no realce da criatividade e da diversão na música, no desporto e na arte.

 

 

                                                                                                                                                                                          

 

Foi uma semana muito bem passada e é um destino e um hotel que eu gostei e recomendo. Samaná é um paraíso onde a natureza ainda reina. Deixou saudades e espero um dia regressar!


 

3 comentários

Comentar post