Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

andar por fora

Há pequenos instantes na vida que preenchem o momento. É preciso recomeçar a viagem. Sempre!

Há pequenos instantes na vida que preenchem o momento. É preciso recomeçar a viagem. Sempre!

andar por fora

25
Out16

até que não haja presente...

sonia'g

... o passado sempre nos acompanha, enquanto o tempo fluí ao ritmo da vida.

 

  IMG_7843.JPG

 

  
O passado cresce como musgo
nas paredes do presente,
até que não haja paredes
livres para o presente.
Até que não haja presente
e nem existam paredes.


Valter da Rosa Borges

 

 ♥ FOTO | Mata do Camarido - Caminha | outubro'16 ♥

25
Out16

a dança dos cisnes

sonia'g

0.JPG

 

Era um lindo entardecer,

em um lago majestoso,
tinha lindas algas e flores
e cisnes a namorar...
Corria leve o vento,
o calor era demais,
voando as andorinhas
sobre as arvores sem parar.
Era um lindo quadro,
pintado das mais finas cores,
ver a beleza do momento
que nem os artistas
conseguem retratar...
Eu olhava espantada,
para o lago e vi,
muitos, cisnes em par
dançando a dança do amor.
Emproava de forma esbelta,
dando voltas delicadas,
se esfregando, sem pudor,
de lindos beijos de amor....
Todos vestidos de branco,
em lindos prantos de amizade
era tal a harmonia
que ainda sinto a paz...
Hoje ainda recordo,
com nostalgia até,
o final de tarde no lago
com a mais linda lição de amor.

 

Betimartins

 

 ♥ FOTO | Zoomarine | agosto'16 ♥

 

24
Out16

pinheiros agrestes

sonia'g

 IMG_7807.JPG

  

Que magia tem estes velhos pinheiros
ouriçados pelo vento no alto das pedras?
Absortos, voltados para o poente,
agasalham pássaros em galhos ondulantes,
sossegam minha alma em verdes sombras
recortadas no azul de um céu sem fim.
Quanta poesia há no aparente abandono
dos pinheiros agrestes agarrados às pedras,
que em silêncio se elevam às alturas,
seduzidos pela luz mágica do sol?
Mansos pinheiros acenando à estrada,
ouvindo o bramir do mar logo adiante,
faz sentir esta poesia, esta alegria,
do sal que tempera sonhos, emoção,
sentimento vida, universo no coração.
Recostada à janela, enquanto sigo viagem,
os pinheiros me levam para perto do céu,
em algum lugar abre-se uma porta,
acolhendo criaturas e sonhos
na clara ternura do entardecer.
Instantes de felicidade sem motivo,
como poemas sem palavras
que se escreve no ar...

 

Sonia Schmorantz

 

♥ FOTO | Mata do Camarido - Caminha | outubro'16 ♥

22
Out16

se o pomar te dá maçãs faz um doce

sonia'g

   

17413363_ZGtnC.jpeg

 

IMG_7697.JPG

Bolo de maçã

 

Ingredientes

3 ovos

1 chávena de chá de açúcar

2 maças descascadas e picadas

1/2 chávena de chá de óleo

2 chávena de chá de farinha de trigo

1/2 chávena de chá de amido de milho

1 colher de chá de fermento em pó

1 colher de chá de canela em pó

1 colher de chá de mel

1 cálice de vinho do Porto

2 maçãs cortadas em fatias finas regadas c/ sumo de limão

açucar e canela em pó para polvilhar  

 

Preparação

Bata o açúcar, o óleo e os ovos até formar um creme.

Junte as maçãs picadas, a canela, o mel, o vinho do Porto e misture.

Adicione a farinha de trigo, o amido de milho e o fermento. Mexa bem até ficar uma mistura homogénea.

Unte uma forma média com furo no meio, despeje a massa. Polvilhe a massa com farinha de trigo e coloque as fatias de maçãs.

Leve ao forno pré-aquecido a 180º cerca de 40 minutos ou até que o palito enfiado no centro do bolo saia seco. Retire do forno e desenforme após 10 minutos. Deixe arrefecer e polvilhe com canela e açúcar em pó.

Fica a dica. Bom Apetite! 

 

  ♥ FOTOS | setembro'16 ♥

 

21
Out16

possuo asas acostumadas ao alto do céu

sonia'g

IMG_5977.JPG

Dá-me espaço para viver.
Não sufoca não.
Sou ave de rapina, possuo asas acostumadas ao alto do céu.
Tenho canto extenso, mundo largo, habituado a ser visto de longe.
Portanto, não pretenda amarrar meu coração.
Não queira usar gaiolas para minha canção, tenho em mim a força da poesia entoada.
Sonho muito…
Enxergo o horizonte em infinitas perspectivas.
Grades não detêm alma destinada a dedilhar intensamente letras em papel.
Preciso de ar, sou amigo do vento, errante das estrelas.
Não me queira com pés ancorados.
Vou, mas volto; só não anseia saber quando!

 

Renata Resende

 

 ♥ FOTO | Zoomarine| agosto'16 ♥

20
Out16

ó sino da minha aldeia

sonia'g

IMG_7328.JPG

   

Ó sino da minha aldeia,
Dolente na tarde calma,
Cada tua badalada
Soa dentro da minha alma.

E é tão lento o teu soar,
Tão como triste da vida,
Que já a primeira pancada
Tem o som de repetida.

Por mais que me tanjas perto
Quando passo, sempre errante,
És para mim como um sonho.
Soas-me na alma distante.

A cada pancada tua
Vibrante no céu aberto,
Sinto mais longe o passado,
Sinto a saudade mais perto.

 

Fernando Pessoa

  ♥ FOTO | Penha - Guimarães | setembro'16 ♥

20
Out16

antes que seja tarde

sonia'g

IMG_6653.JPG

    

 

           viAge

          daNce

demonsTre

      conhEça

            eScreva

              Queira

       brigUe

         amE

          deSeje

            dEsencane

               Jure

       corrA

              Tente

      sorriA

      encaRe

        perDoe

apaixonE-se

 

 

  ♥ FOTO | Porto de Mós - Lagos | agosto'16 ♥

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D