Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

andar por fora

Há pequenos instantes na vida que preenchem o momento. É preciso recomeçar a viagem. Sempre!

06 de Agosto, 2013

a formiga...

sonia goncalves

 

 

 

As coisas devem ser bem grandes
Pra formiga pequenina
A rosa, um lindo palácio
E o espinho, uma espada fina.

 

A gota d'água, um manso lago
O pingo de chuva, um mar
Onde um pauzinho boiando
É navio a navegar.

 

O bico de pão, o corcovado
O grilo, um rinoceronte
Uns grãos de sal derramados,
Ovelhinhas pelo monte.

 

Vinicius de Moraes

 

FOTO:

junho'13

05 de Agosto, 2013

ondas

sonia goncalves

 

 


Onde-- ondas-- mais belos cavalos
Do que estes ondas que vóis sois
Onde mais bela curva de pescoços
Onde mais bela crina sacudida
Ou impetuoso arfar no mar imenso
Onde tão ébrio amor em vasta praia.

Sophia de Mello Breyner Andersen

 

 

 

FOTO:

Baleal, Peniche

junho'13

04 de Agosto, 2013

vila guardada entre muralhas...

sonia goncalves

Óbidos. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quem por ti, Óbidos, passa,
Sente o fascínio do tempo,
Ao evocar a desgraça
Das guerras, cuja ameaça
Vinha nas vozes do vento.
 
Manténs cercadas de ameias
Ruas estreitas, vielas.
Mas o fluir das ideias
Que, sem fragor, incendeias,
Não cabem lá dentro delas.
 
Contam teus muros histórias
De sangue, heróis e pelejas,
De resistência, vitórias.
E, dessas tuas memórias,
Renasces, como desejas.
 
Vítor Cintra

 

FOTOS:

Óbidos

junho'13

 

03 de Agosto, 2013

espero...

sonia goncalves

 

 


Espero sempre por ti o dia inteiro,
Quando na praia sobe, de cinza e oiro,
O nevoeiro
E há em todas as coisas o agoiro
De uma fantástica vinda.

As ondas quebravam uma a uma
Eu estava só com a areia e com a espuma
Do mar que cantava só para mim.

Sophia de Mello Breyner Andersen

 

FOTO:

Afife

junho'13

01 de Agosto, 2013

moinhos nas dunas

sonia goncalves

 

 

 

"Relógio não sou,
também não sou nora,
mas sem andar ando
por dentro e por fora.
Trabalho o que posso,
só para o sustento,
com muito ou com pouco
a todos contento.
Pareço ter asma,
que não sei curar,
pois fico tolhido,
faltando-me o ar."

Moinho

 

FOTO:

Apúlia

abril'13