Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

andar por fora

à descoberta da plenitude de um instante eternizando o momento que passa

andar por fora

à descoberta da plenitude de um instante eternizando o momento que passa

por abismos sem fim, vou caminhando...

praia d'el rey_abril17_12

 

 

 

 

Abismos

 

Por abismos sem fim, vou caminhando...

E o mais profundo abismo é o alto céu.

E que vertigens sempre sinto, quando

Me inclino sobre a luz que amanheceu!

 

É um abismo a oração que vou rezando.

É um mar sem fundo a flor que renasceu...

Nas palavras que vou pronunciando,

Cada ideia é tão alta como o céu!

 

Sobre abismos, caminho dia a dia...

Das suas negras trevas se irradia

Uma outra escuridão ainda maior...

 

Que a mim me diz, nas horas em que cismo,

Que é um abismo junto d'outro abismo,

Meu coração ao pé do seu amor.

 

Teixeira de Pascoaes

 

foto | Praia d'el Rey | maio'17

texto | A Poesia de Teixeira de Pascoaes de Jorge de Sena - Brasília Editora | 1982