Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

andar por fora

à descoberta da plenitude de um instante eternizando o momento que passa

andar por fora

à descoberta da plenitude de um instante eternizando o momento que passa

o operário

mirandela_março17_10

 

No fundo do túnel escuro, como um pulmão da terra.

O riso do mineiro engrandece a tela e faz florir as rosáceas da história.

E o homem, nesta noite que avança, sonha realmente com tanto amor que o seu trabalho lhe sai dos poros a sorrir.

 

Jean Robles

 

foto | Mirandela | março17
texto | in " Voz Consoante - Traduções de Poesia" de António Ramos Rosa - Quasi Edições | 2006