Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

andar por fora

à descoberta da plenitude de um instante eternizando o momento que passa

andar por fora

à descoberta da plenitude de um instante eternizando o momento que passa

carta de junho

17io17_0

 

Chegamos na metade...

Junho. É o mês onde paramos em seu primeiro dia e falamos...

"Nossa já está na metade do ano... Como o ano passa voando..."

Na verdade o ano passa sempre no mesmo ritmo...

Cada minuto ainda possui 60 segundos...

Cada hora, 60 minutos...

Na verdade, o dia ainda possui 24 horas...

Cada semana, com os seus 7 dias típicos...

Cada mês com 28,30 ou 31 dias...Depende exclusivamente do calendário...

E nesta união, somando tudo, algo em torno de 365 dias e mais algumas horinhas de saideira,

Ao conjunto de segundos, minutos, horas, dias, semanas e meses;

"Chamamos de mais 1 ano vencido, mais uma primavera, verão, outono e inverno...Etc, etc...Blablabla..."

Então o que fazer??? O tem de errado??? Por quê o ano passa voando???

Trabalho, estudos, rotina, estresse...Etc, etc...

A junção de tudo isso, faz com o que não percebemos o passar dos dias, semanas, meses... "Vida..."

E com isso...

Passam os instantes onde bate aquela saudade...

Passam os momentos...

As ilusões...

Os sonhos...E os pesadelos...

A vida continua a passar...Mesmo só... Ela continua...

No mesmo ritmo...

O ritmo das batidas do coração...

Mesmo os solitários...

Continuam a bater...

É o caso deste poeta...

 

Poeta Urbano

 

foto | Nazaré | Maio'17