Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

andar por fora

à descoberta da plenitude de um instante eternizando o momento que passa

andar por fora

à descoberta da plenitude de um instante eternizando o momento que passa

quem tem pinheiros tem pinhas...

  

 

O PINHEIRO

 

Quem tem pinheiros tem pinhas

Quem tem pinhas tem pinhões,

Quem tem amores tem zelos

Quem tem zelos tem paixões.

 

Quem tem pinheiro tem pinha,

Quem tem pinha tem pinhão,

Do homem nasce a firmeza,

Da mulher a ingratidão.

 

Oh! Que pinheiro tão alto,

Com tamanha galharada;

Nunca vi moça solteira

Com tamanha filharada...

 

Oh! Que pinheiro tão alto,

Que por alto se envergou.

Que menina tão ingrata,

Que d´ingrata me deixou!

 

 Simões Lopes Neto

 

♥ FOTO |  Vila Flor | setembro'14 ♥

 

pêras...

 

 

 

 

 

Adivinha


"Subiu a uma pereira
um homem por lhe ver peras,
ele peras não comeu,
também a ninguém deu peras.
Não botou peras no chão,
consigo não trouxe peras,
mas consta que na pereira
também não ficaram peras.
Pergunta-se agora a todos
como foi isto das peras?
Quem quiser dar neste enigma
decerto tem para peras."


Solução: A pereira tinha 3 peras: o homem comeu uma, trouxe outra e deixou ainda outra na pereira.

 

 

♥ FOTOS | Alagoa | setembro'14 ♥

amoras...

 

 

 

 

As Amoras

 

O meu país sabe as amoras bravas
no verão.
Ninguém ignora que não é grande,
nem inteligente, nem elegante o meu país,
mas tem esta voz doce
de quem acorda cedo para cantar nas silvas.
Raramente falei do meu país, talvez
nem goste dele, mas quando um amigo
me traz amoras bravas
os seus muros parecem-me brancos,
reparo que também no meu país o céu é azul.

 

Eugénio de Andrade "O Outro Nome da Terra"

 

♥ FOTOS | Alagoa | setembro'14 ♥

de novo outono...

 

 

Caem as folhas mortas sobre o lago;

Na penumbra outonal, não sei quem tece

As rendas do silêncio… Olha, anoitece!

- Brumas longínquas do País do Vago…

 

Veludos a ondear… Mistério mago…

Encantamento… A hora que não esquece,

A luz que a pouco e pouco desfalece,

Que lança em mim a bênção dum afago…

 

Outono dos crepúsculos doirados,

De púrpuras, damascos e brocados!

- Vestes a terra inteira de esplendor!

 

Outono das tardinhas silenciosas,

Das magníficas noites voluptuosas

Em que eu soluço a delirar de amor…

 

Florbela Espanca

 

♥ FOTO | Alagoa | setembro'14 ♥

amêndoas...

 

 

 

 

 

 

 

 

Amêndoa Amarga


Por ti falo e ninguém pensa
mas eu digo minha amêndoa, meu amigo, meu irmão
meu tropel de ternura, minha casa
meu jardim de carência, minha asa.

 

Por ti vivo e ninguém pensa
mas eu sigo um caminho de silvas e de nardos
uma intensa ternura que persigo
rodeada de cardos por tantos lados.

 

Por ti morro e ninguém sabe

mas eu espero o teu corpo que sabe a madrugada
o teu corpo que sabe a desespero
ó minha amarga amêndoa desejada.

 

José Carlos Ary dos Santos

 

 

♥ FOTOS | Alagoa | setembro'14 ♥

Pág. 1/3